Criciúma (48) 3045.2017

Imbituba (48) 3255.5194

Área do Cliente

Modem_D_Link_DSL_500B

Como configurar um roteador D-Link

r uma rede segura na sua casa ou empresa é algo imprescindível, mas muitas vezes a configuração do roteador, a porta de entrada da internet, se torna um grande obstáculo.

Para mostrar como realizar uma configuração efetiva em um roteador da marca D-Link (uma das mais famosas do mercado), criamos um tutorial que deve tirar algumas dúvidas que você possa ter.

Este tutorial foi feito em cima das funções do roteador D-Link modelo DIR-300.

1) Instalando o roteador

Talvez esse seja o passo mais simples de todo o tutorial: você precisa ligar um cabo de rede ao seu modem e a outra ponta na entrada WAN do seu roteador. Feito isso, conecte outros computadores via cabo, caso você venha a ter algum.

Essa instalação é necessária pois, assim, a conexão sai do seu modem e passa para o roteador que, por sua vez, a distribui para as diferentes máquinas que estarão em rede.

2) Acessando a página de configuração do roteador

(Fonte da imagem: Reprodução/D-Link)

Com o roteador conectado, é hora de entrar nas configurações do seu aparelho. Para acessar a página, entre com o seguinte endereço em qualquer navegador:

http://192.168.0.1

Em “User Name”, utilize o nome “Admin”; em “Password”, você  pode deixar o campo em branco.

Clique em “OK” e entre na tela de configuração do roteador D-Link.

3) Protegendo as suas configurações

Para aumentar a segurança das suas configurações, é interessante que você tome algumas medidas como alterar a senha geral do roteador e selecionar a maneira de conexão da sua rede.

3.1) Alterando a senha

(Fonte da imagem: Reprodução/D-Link)

 

Clique em “Maintenance” e clique no botão “Admin Setup”. Feito isso, crie uma nova senha no campo sob “Administrator”. Confirme e clique em “Apply”. Pronto, a senha geral foi alterada.

3.2) Escolhendo o tipo de conexão ativa

Para evitar que computadores fora da sua rede tentem se conectar, você pode optar em desligar a conexão sem fio do seu roteador, de forma que somente os computadores ligados por cabo possam se conectar.

(Fonte da imagem: Reprodução/D-Link)

Para fazer isso, é muito simples. Basta você, na tela principal do roteador, escolher a opção “Wireless Setup” e desmarcar a caixa “Enable Wireless”.

4) Configurando a senha para conexão sem fio

Caso você deseje que a sua rede tenha conexão sem fio ativa para todos os usuário, é importante que você coloque uma senha para manter a segurança de todos e evitar que terceiros utilizem a rede.

Para fazer isso, dentro da página inicial do roteador, encontre o botão “Wireless”. Dentro da opção, clique em “Wireless Settings”. server address Na área nomeada “Wireless Security Mode”, escolha a opção “Enable WEP Wireless Security”.

(Fonte da imagem: Reprodução/D-Link)

Em “WEP Encryption”, selecione “128Bit”. Em seguida, no campo “WEP Key”, você deve incluir uma nova senha para a sua rede sem fio.

(Fonte da imagem: Reprodução/D-Link)

Quando terminar, clique no botão “Save Settings”, presente no topo da tela.

5) Altere o seu SSID

Caso você prefira mudar o nome da sua rede, tornando-a mais fácil de ser localizada pelos computadores que compartilham a sua conexão, clique em “Wireless Settings”. Dentro dessa área, vá até “Wireless Network Settings” e, no campo “Wireless Network Name”, inclua o nome que você quer dar à sua rede.

(Fonte da imagem: Reprodução/D-Link)

Feito isso, salve o título clicando em “Save Settings”, no topo da tela.

Para desativar a transmissão de SSID, selecione a opção “Enable Hidden Wireless”. Isso ocultará o nome da rede, deixando-a escondida para pessoas que possam querer compartilhar a sua conexão.

6) Filtrando os endereços MAC

Para filtrar os endereços MAC, clique na aba “Advanced” na tela de configuração do seu D-Link e selecione a opção “Network Filter”.

Nessa área, selecione a opção “Turn MAC Filtering ON and ALLOW computers listed to access the network”. Basicamente, você estará permitindo que os computadores listados possam se conectar à sua rede.

(Fonte da imagem: Reprodução/D-Link)

Digite o nome e o endereço MAC dos computadores que você deseja manter em sua rede, começando com a máquina que você está usando para configurar o roteador. Para finalizar, clique em “Save settings”, no topo da tela.

 

Fonte: Techmundo

cookie1

O que são Cookies?

Atualmente, em muitos sites existentes na Internet, as configurações principais, como idioma e modo de exibição, são mantidas no navegador, mesmo depois de um tempo sem uso. Por exemplo, caso escolha o idioma Russo na pesquisa do Google, ele será usado até você mudar de idéia.

Para que isso seja possível, o navegador utiliza arquivos de textos chamados Cookies, os quais possuem como principal função armazenar as preferências dos usuários sobre um determinado site na Internet. Cada Cookie em seu PC armazena dados para um endereço web específico.

O que é um Cookie?

Basicamente, um Cookie é um arquivo de texto muito simples, cuja composição depende diretamente do conteúdo do endereço Web visitado. Por exemplo, a maioria do sites armazenam informações básica, como endereços IP e preferências sobre idiomas, cores, etc. Contudo, em portais como o Gmail e o Hotmail, nomes de usuários e senhas de email também fazem parte dos Cookies.

Como funciona o Cookie?

Quando você visita um site pela primeira vez, este envia um Cookie como resposta para o seu navegador, contendo as suas preferências, em formato de texto. Este pequeno arquivo ficará armazenado em seu computador até que perca sua validade.

Enquanto o cookie estiver salvo em seu PC, toda vez que você digitar o endereço do site, o seu navegador irá enviar este arquivo para o site que você está conectado. Desta maneira, as suas configurações serão aplicadas de maneira automática.

Cookie não é biscoito!O que é a validade de um Cookie?

A validade do Cookie é definida pela quantidade de dias que ele irá ficar armazenado em seu computador, variando muito de site para site. Pode ser de alguns minutos até muitos anos.  Na maioria dos endereços, o fato um Cookie permanecer salvo não acarreta riscos, exceto em sites que trabalham com serviços de emails.

Alguns cuidados no uso de Cookies

Cookies devem ser usados com cautela em computadores de uso compartilhado, como lan houses, principalmente caso contas de emails sejam acessadas. Uma pessoa que usar o PC depois que você, poderá ter acesso aos seus emails simplesmente por entrar no mesmo site que você entrou. domain dns info . Logo, nesse tipo de máquina, é fortemente recomendado que os cookies sejam apagados após o uso.

 

Desmistificando o Cookie

Algumas lendas sobre Cookies rondam a Internet, fazendo com que usuários tenham arrepios ao ouvir esta palavra. A primeira delas diz que o Cookie pode transmitir vírus, o que não é verdade, pois o arquivo texto é muito pequeno, não permitindo que ameaças sejam inseridas. Outra lenda diz que Cookies monitoram emails de sites alheios, o que também é mentira.

 

Fonte: Techmundo

619220846311281

Como remover adwares

Instalar extensões no navegador é algo interessante, porém é preciso tomar muito cuidado ao selecionar o que você deseja usar. Muitos plugins são, na verdade, adwares disfarçados de complementos, que não possuem muita utilidade e enchem o seu navegador de propagandas desnecessárias.

Muitas vezes, esses adwares são ativados na hora em que você está instalando um programa, se você não prestar atenção. Isso já deve ter acontecido: você abre o instalador de um software gratuito e, durante o processo, ele pede para que você autorize o uso de um plugin, barra de pesquisa ou outro tipo de complemento.

Como saber se o meu navegador está infestado com isso?

Primeiramente, pode ficar tranquilo: na maior parte dos casos, esse tipo de complemento, mesmo que irritante, não causa maiores danos ao seu computador, como acontece com um vírus. Mesmo assim, não é nada interessante manter esse tipo de plugin no seu navegador.

Banners localizados em locais incomuns são um sinal de extensões maliciosas instaladas. (Fonte da imagem:Reprodução/Tecmundo)

Para saber se você possui complementos desse tipo no seu browser, repare se você anda recebendo propagandas em sites que não possuem esse tipo de elemento. Um teste simples é acessar a própria home do Facebook; se existir publicidade em áreas dessa página que não costumam estar lá normalmente, isso quer dizer que você possui adwares instalados sem saber.

Outro tipo de adware é aquele que cria links em palavras no meio do texto, aleatoriamente. Quando você passa o mouse por cima do trecho, ela mostra uma caixa de propaganda que tem relação com o que está escrito. Alguns sites possuem esse tipo irritante de publicidade nativamente, porém, se você começar a ver isso em todos os lugares, desconfie — o problema pode ser o seu navegador.

E agora, o que eu faço?

(Fonte da imagem: Reprodução/Shutterstock)

Nada de pânico, a solução para isso é muito simples! Se os complementos é que fazem com que o seu navegador fique maluco desse jeito, basta desativá-los e tudo volta ao normal, certo? Exatamente. Uma vez que você retirar do browser as extensões indesejadas, ele volta a mostrar os sites corretamente, sem propagandas a mais.

Para fazer isso, encontre a janela de plugins do seu navegador. No Firefox, você precisa clicar no menu “Firefox” (aquele botão laranja) e escolher a opção “Complementos”. No Google Chrome, clique no ícone em forma de ferramenta e vá até Ferramentas > Extensões.

No Internet Explorer, clique no botão em forma de engrenagem e escolha a opção “Gerenciar Complementos”. No Opera, clique no menu “Opera” (no canto superior esquerdo) e siga o caminhoExtensões > Gerenciar extensões. Por último, no Safari, você deve clicar no ícone em forma de engrenagem e ir até Preferências > Extensões.

 

Ok, você está na janela de complementos do seu navegador, agora é a hora de desinstalar todo o lixo. Veja tudo o que você não tem certeza do que é, extensões que prometem indicar promoções, elementos duvidosos e tudo o que você não se lembra de ter escolhido instalar, e desative-os. Na dúvida se um plugin é prejudicial ou não, é melhor retirá-lo também.

No Google Chrome, basta desmarcar as extensões problemáticas. (Fonte da imagem: Reprodução/Tecmundo)

Pronto! Alguns navegadores, como o Firefox, pedem para que você reinicie o browser para que as mudanças sejam efetuadas; outros, como o Chrome, não necessitam desse tipo de ação, basta recarregar as páginas abertas e ver os anúncios indesejados sumirem. É recomendado também limpar o cache e apagar os cookies, só por garantia.

Não era esse o problema?

Se você usa o Firefox e ainda continua com uma barra de pesquisa perdida por aí ou mesmo com complementos que mudam o serviço de buscas do seu navegador, pode ser preciso fazer uma limpeza mais pesada. Acesse este tutorial e veja como eliminar de vez qualquer conteúdo indesejado desse navegador.

 

Fonte: Techmundo

5-dicas-de-segurança-para-uma-rede-de-internet-para-escritório-contábil-800x390

Cuidado ao comprar pela internet

Antes de colocar seu número de cartão de crédito em qualquer site, é preciso tomar algumas precauções

Compras pela internet: fique atento
Getty Images

Compras pela internet: fique atento

 

A possibilidade de realizar praticamente todas as suas compras pela internet, direto do conforto de sua casa, buscando em sites de todo o mundo, conquistou de vez os brasileiros. Mas na hora de aproveitarmos descontos e colocarmos dados sobre o cartão de crédito em algum site sempre fica certo receio de que aquela compra pode dar mais dor de cabeça do que satisfação. Afinal, de acordo com dados divulgados pelo CERT.br, Centro de Estudos Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil, acontecem, diariamente, mais de 6 mil tentativas de fraudes no país envolvendo serviços de e-commerce.

Por isso, é importante sempre levar em conta alguns procedimentos de segurança. É imprescindível checar os dados da empresa, como CNPJ, razão social, endereço, telefone e e-mail. Se essas informações não podem ser encontradas facilmente, é bom desconfiar. “Se o site parecer suspeito, é melhor nem comprar”, diz Marta Aur, assessora técnica do Procon, o órgão de proteção e defesa ao consumidor. O próprio Procon mantém uma lista de serviços de e-commerce que devem ser evitados. O cuidado deve ser redobrado para compras em sites internacionais. Pode ser mais difícil entrar em contato com o vendedor, especialmente se o consumidor não dominar o idioma.

Antivírus garante indenização contra golpes
Reprodução

Antivírus garante indenização contra golpes

 

Existe ainda um outro tipo de fraude, mais complicado. Alguns sites praticam golpes DNS, que infectam o modem dos consumidores e alteram a URL de um site mesmo quando ela é digitada corretamente. Ainda de acordo com dados do CERT.br, mais de 4,5 milhões de modems foram infectados só no ano passado.

Mas é possível se precaver. O recurso Compra Segura, do antivírus Baidu, garante que o usuário será enviado para o IP legítimo de serviços de e-commerce, evitando este tipo de golpe em 100% dos casos. Para o dia das mães, o Baidu fez até uma promoção: os usuários do antivírus receberão uma indenização de R$ 1 mil caso sejam vítimas de algum golpe online DNS em compras feitas até o dia 17 de maio. server address Para ter direito à proteção, é preciso estar com o antivírus atualizado e seguir suas recomendações de segurança. domain dns info . São diversos sites protegidos e que fazem parte da promoção, como AliExpress.com, Netshoes, Submarino, entre outros.

 

Fonte: ig

FECHAR
whatsapp-icon